sábado, outubro 09, 2010

CABELOS

De mulher são os cabelos
Que me deslumbram ao vê-los,
Pois , mostram leveza e graça,
Em cada uma que passa.
.
Há-os longos, cacheados,
Rebeldes, mas entrançados;
Outros, curtos, são domados
Com graça, mal penteados
Mas lindos. São de mulher,
Qualquer que seja. Qualquer!
.
Vítor Cintra
Do livro: AFAGOS

2 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Que lindo, Vitor!
Adorei!
Poesia sensível, delicada...
Grande abraço!

Sonhadora disse...

Meu querido Victor
Adorei o teu poema...musical.
Obrigada pelo teu carinho de sempre.

deixo um beijinho
Sonhadora