domingo, outubro 25, 2009

IMATURIDADE...poema de VITOR CINTRA



Tens cabeça de gaiata
Nesse corpo de mulher,
Quem a vida desbarata
Terá muito que sofrer.

Quem andar na vida "airada"
A pensar que está seguro,
No final vê-se sem nada;
Sem presente nem futuro.

P'ra que tal não aconteça
É preciso ter presente
- Assim é com toda a gente -

Que, na vida que começa,
Pode haver muita promessa,
Mas no fim tudo é di'frente.


VITOR CINTRA
do livro " RECADOS "

1 comentário:

Sonhadora disse...

Victor
Lindo o teu poema e todo verdade.
Abraços
Sonhadora