quinta-feira, maio 18, 2006

FOSTE


FOSTE


Tu foste o sonho e o dom,
A vida que há p'ra viver,
Ideia de amanhecer,
Promessa do muito bom.

Tu foste essa voz, ao longe,
Que ecoa no oceano,
Trazendo calor humano
à vida, quase de monge.


Tu foste a água da fonte,
Que fez pensar na promessa,
Que a vida se recomeça;

Tu foste o cume do monte
Aonde, feita a escalada,
Se encontra a mulher amada.



Vitor Cintra

do livro " Vertigem"

4 comentários:

Angel disse...

oie,parabens pelo destaque no GB,seu blog é lindoo,lindas imagens e poesias,bem merecido seu premio,desejo um bom fim de semana,bjss

batista filho disse...

Gostei do teu versejar, em especial de "Às vezes" e "Silêncio". Parabéns!

dark disse...

o amor eleva-nos sempre, seja qual for aforma que assuma e faz-nos encontrar as palvras certas para dele falar.bom fim-de-semana

Papoila disse...

Muito bonito este poema mas cantado Porque não trocar o "foste" por és? Um certo atrevimento este meu...
Beijo