domingo, maio 17, 2009

SINTO poema de VITOR CINTRA




Sinto crescer a vontade
De perceber se o que dizes,
Entre risadas felizes,
É ou não é a verdade,
Ou só disfarça deslizes.


Sinto crescer o desejo
De te cingir nos meus braços,
P'ra te prender com abraços,
E arrancar-te num beijo
Todos os teus embraraços.


Sinto crescer a ideia
De que, bem mais do que mostras,
São bem reais as propostas
Duma visão que incendeia
Esse viver, de que gostas.



VITOR CINTRA
Do Livro " Pedaços do Meu Sentir"
Á venda nas livrarias

4 comentários:

Emanuel Azevedo disse...

Há algo de muito especial no que escreves.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO VITOR, BELÍSSIMO POEMA AMIGO... SUBLIMES PALAVRAS!!!
ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Papoila disse...

Um poema lindíssimo!
Beijos

Isabel Preto disse...

Poema que no íntimo transmite mil mensagens!
Fiquei a saber que és irmão da Luz, alguém que conheci aqui e adoro.
Um beijinho para ela e parabéns pelo livro, que só pelo título apetece comprar e devorar.