quarta-feira, junho 06, 2007

À VIDA




À VIDA



O prefácio duma vida,
Seja lá ela qual for,
Começou ao ser sentida
A chamada do amor.

Antes mesmo que aconteça
O final duma união,
Essa vida já começa
Num bater de coração.

É essência deste mundo
- No sentido mais profundo -
É-lhe devido respeito.

É pequena e indefesa,
Mas um dom da Natureza.
Matá-la? ... Com que direito ?! ...




VITOR CINTRA

do livro " ECOS "

2 comentários:

leituras disse...

Lindo!
Como são, afinal, todos os poemas do autor.
(qual é o título do poema?)

Boa semana

collybry disse...

Já conhecia a imagem, que se fica sem palavras...e fico sem saber comentar este belo e forte poema...

Meu doce beijo