quinta-feira, fevereiro 01, 2007

SOZINHO.....VITOR CINTRA





SÓZINHO

Por me deitar sozinho, sinto falta
Do toque do teu corpo, do carinho
Dos seios, que não acho, estou sozinho
Num leito que, vazio, sobressalta.


Por me deitar sozinho, sinto falta
Do fogo, que se espalha p'los meus dedos,
Sedentos de afagar os teus segredos
Num sonho de erotismo, que me assalta.

Por me deitar sozinho, temo a noite,
Que teima em arrastar-se, lentamente,
Sem dar repouso ao corpo, nem à mente;



E sem o teu regaço, onde me acoite,
Acabo por pensar que a madrugada
Atrasa, de propósito, a chegada.




Vitor Cintra

Do livro "PEDAÇOS DO MEU SENTIR "
(à venda nas Livrarias)

3 comentários:

Anónimo disse...

Intenso. Dum erotismo brilhante, mas tremendamente sensível.
Bjs.
Mª João

Poesia Portuguesa disse...

Espero que não se importe que tenha levado "emprestado" um poema...algum inconveniente o mesmo será retirado

Um abraço ;)

@Memorex disse...

Sublime!

maravilhoso, carregado de significado.

Um beijo!