quinta-feira, dezembro 07, 2006

BUCÓLICO....poema de VITOR CINTRA



BUCÓLICO

Veio o sol! ... A madrugada
Recolheu-se, envergonhada
Do seu lento madrugar.
Pintalgada com magia
Surge a cor do novo dia,
Feita vida a despertar.

Passam corvos e os grasnidos,
Que nos chegam aos ouvidos,
São protestos de viúva;
Viuvez que a veste escura,
Simbolismo de amargura,
Acentua quando há chuva.

Cantam melros nos silvados,
Académicos alados
Do saber da Natureza;
Mesmo á beira dos caminhos
Há pardais, fazendo ninhos
Com afã, arte, beleza.

Corre Março, mas Abril
Vai chegar, com " águas mil "
E com campos verdejantes;
É a vida que acontece,
Toda ela feita prece,
Hoje e sempre, como dantes.


Do livro " PEDAÇOS DO MEU SENTIR"
(à venda nas livrarias)

8 comentários:

Anónimo disse...

Lindo!
Bjs
M.João

coisas e loisas disse...

Por breves momentos respirei Primavera.
Belo poema, bela música. Voltarei
à procura de novos sons da natureza.

memorex disse...

Ser poeta é escutar o mundo, a natureza na essência dos Cosmos.

Ser poeta é amar o coração da vida!

Beijo :)
Carinhosamente Memorex, uma das primeiras leitoras.

gato_escaldado disse...

Gostei da candência do poema. Muito bem lançado...

Abraços

manoel donini disse...

Lindo ! lindo ! lindo ! amigo Vitor Cintra. Aproveito para deixar-lhe um abraço e desejos de um feliz natal com ano novo cheio de realizações.

BlueShell disse...

Um poema que me comoveu! Um poema que me tocou!

Uma música que trouxe de volta ....sonhos nunca vividos!

Obrigada!
BShell

maresia_mar disse...

Aproveito para desejar que este ano o Natal aconteça no teu coração. feliz Natal.
Entre o Natal e o Ano Novo vou ter umas mini férias por isso desjo que 2007 te traga amor, harmonia e muitos sorrisos. Beijos

maria disse...

Lindo este poema! Boa escolha!