domingo, agosto 27, 2006

OBSESSÃO







OBSESSÃO



Pedisse o mundo inteiro eu lho daria,
Por muito que isso fosse inconsciente;
Em nós era tão grande a empatia
Que nem pensar podia ser dif'rente.


Vivendo em dependência doentia,
Aquela paixão louca, permanente,
Sem ver, à nossa volta, se existia
Qualquer razão de vida mais premente...


Sorvido, num delírio, cada dia,
O mundo do futuro era o presente,
Sem ver, no amanhã, mais garantia


Que a chama intensa desse amor ardente,
Que até se consumar nos consumia
O corpo e alma, a vida, a própria mente.


Vitor Cintra


Do livro " Ao Acaso "

8 comentários:

Anónimo disse...

E não é esta a paixão porque todos ansiamos? O poeta foi feliz, por vivê-la.
Bjs
M.João

Maria disse...

Amor que a alma engrandece,mesmo em delirio por um fio unido à própria mente.
Adoro vir aqui refrescar-me de música e palavras.
Beijinhos e boa semana
Maria

Hilda disse...

Existe uma paixão assim? Ou somente para os poetas ela se apresenta?
Beijos Ama de Poeta.

Friedrich disse...

Tantos blogues que gostava de ver e ler, outros tantos em que passo e nem sequer os chego a ver. Mas existem outros, que não nos cansamos de os ler, porque em cada palavra saboreia-se a nostalgia tranquilizadora de cada mensagem que nos enriquece o saber sem nunca chegarmos a agradecer... O tempo é sempre o grande culpado destas contrariedades, mas por vezes a preguiça também ajuda.

As desculpas só serão válidas quando verdadeiras.

Um beijo meu

gato_escaldado disse...

a arte do soneto é dfícil. mas tu terminaste com chave de oiro. gostei muito. abraços

Papoila disse...

Vitor que cantar sublime desse Amor infindo, infinito de sabe-se lá de quantas vidas. Belíssimo. Beijo

Betty blue disse...

Amigo Vitor.
Agora sim "me encontrei" lendo os teus poemas.Alma sensível a tua.Tem coisa mais linda do que passear pelas veredas da poesia? Serei assídua.E vou linkar esta página para acesso direto.
Um final de semana de plena alegria.
Beijos azuis.

Caritas souzza disse...

Olá! Passando para desejar um excelente domingo repleto de coisas boas.Existe paixão assim de verdade. O amor que queima e devora a alma. A paixão que se transforma em obsessão. Eu vivo um sentimento assim! Minha alma está sempre triste pk o amor assim tira a nossa paz. desculpa o desabafo, mas diante deste teu poema senti um aperto no coração e as lágrimas vieram. Pensei no grande amor da minha vida! Bjos doces