terça-feira, junho 27, 2006

DEDICAÇÃO....poema de VITOR CINTRA



DEDICAÇÃO

Pediste que te abrisse o coração,
Até que desvendasse alguns segredos,
Mas ao contar-te a vida e seus enredos,
Deixei-me dominar p'la emoção.

Falei-te de vivências do passado,
De mágoas, alegrias, dissabores,
Falei-te até de causas e valores,
E vi-me a revivê-los a teu lado.

E foi ao mergulhar em outras eras,
Que fiz extravasar os sentimentos,
Angústia e despertar de sofrimentos;

Comigo estavas tu, como quiseras,
Tentando descobrir esse meu mundo,
Num gesto, sem igual, de amor profundo.


Vitor Cintra


Do livro "PEDAÇOS DO MEU SENTIR "
( à venda nas livrarias)

8 comentários:

Anónimo disse...

Lindo!
O soneto, a imagem e a música, numa harmonia perfeita.
Bjs
Helena

maresia_mar disse...

Tudo aqui é sublime! Harmonia entre template, imagem, poema.. Sai-se daqui com algo. Bjhs

Hilda disse...

Abrir esse blog, ler e sentir a poesia de Vitor Cintra, é criar momentos de sonhos ...

É recordar como o poeta e com ele, é sentir nostalgia, é sorrir de lembranças alegres ...

Parabéns Alma de Poeta por mais essa página de vida!

su disse...

A companhia de alguém, aquele (a) que nos houve, é sempre um acto de dedicação. E palavras dedicadas a tal acto...lindo.

Ni disse...

Lindo sem duvida.Amei.
Bj*

Papoila disse...

Olá Vitor:
E quando nesta procura, noutras eras encontramos nosso par a certeza da eternidade do amor ilumina nossa alma.
Lindo este soneto.
Beijo

Juda disse...

Belo poema Cintra "de amor profundo" muito bom gostei das palavras, deixo um abraço...

Manel do Montado disse...

Este aplica-se ao meu passado como uma luva, parece até reflectir a minha vida.
Parabéns por este excelente espaço, digo mais, notável.
Um abraço e voltarei.