quinta-feira, maio 05, 2011

DISSE

(Imagem recolhida na internet)

.
À vida disse: "Não ponho
Noções de fé infundada
Em ilusões feitas sonho,
Que não me levam a nada".
.
Pois no meu tempo de vida,
Da vida que Deus me deu,
Desde a chegada à partida,
As marcas, busco-as eu.
.
Aos anos deitei os sonhos,
As ilusões, a esperança
Feita de cada mudança,
.
Mas dos meus dias risonhos,
As nesgas de f'licidade
Guardei-as junto à idade.
.
Vítor Cintra
Do livro: PEDAÇOS DO MEU SENTIR

2 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Victor

Mas sem sonhos a vida fica ainda mais triste, eu continuo a sonhar e devo sonhar até morrer.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Profundos Conhecimentos disse...

Vitor,
Concordo com a sonhadora, pois são os sonhos que tem a forca para nos impulsionar, apesar de ser a esperança que nos faz continuar.