sábado, março 12, 2011

M U L H E R

(imagem recolhida na internet)

A Natureza modelou,
nas formas do teu corpo,
a beleza de gerações.

Cinzelando com precisão,
talhou-te a face delicada,
rasgou-te o sorriso sedutor,
acendeu-te o fogo do olhar,
ergueu-te o pescoço esbelto,
ornando-os com o perfume dos teus cabelos.
Com rasgos de génio,
elevou-te os seios sensuais,
alisou-te o ventre fértil,
torneou-te as coxas soberbas,
alongou-te a elegância das pernas
tornando-te um mito, chamado mulher.

Ao dotar-te de sensibilidade,
Deus transformou-te na obra-prima da Criação.
.
Vítor Cintra
Do livro: NAS BRUMAS DA MAGIA

2 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

A magia de uma poesia sem mácula...

Curiosa disse...

lindíssimo poema ...
bjo pra vc ...