domingo, outubro 11, 2009

FANTASIA......poema de VITOR CINTRA




Nasceu no tempo do nada,
Filha de coisa nenhuma,
Sua madrinha era fada,
Vestia de sumaúma..

Ouvia, mas não falava,
Não tendo boca, comia,
Não era dócil, nem brava,
Apenas graça e magia..

Às vezes tornada louca,

Seguindo seu rumo à toa,
Fazendo mal, era boa..

Mas outras, com coisa pouca,
Tomando as asas do vento,
Tornava-se pensamento..



VÍTOR CINTRA


do livro " Pedaços do Meu Sentir"
(à vendas nas livrarias)

4 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO AMIGO , BELO POEMA... SIMPLESMENTE MARAVILHOSO... ABRAÇOS DE AMIZADE´
FERNANDINHA

Maria L. Bózoli disse...

Super lindo o poema......Parabéns@

Abraços.........M@ria

Maria da Luz Borges disse...

Que lindo!
Mais um poema fantástico!!!
Luz

Sonhadora disse...

Lindo o seu poema.Vou voltar mais vezes.
Sonhadora