sexta-feira, julho 28, 2006

QUEIXA


(Fotografia de Joel Calheiros)




QUEIXA



O silêncio que transpira
Deste amor, que tudo afronta,
É razão que sempre inspira
A labor de maior monta.


Porque, mais dissimulado
Que o silêncio do desejo,
É saber ficar calado
E fingir que nada vejo.


Se, senhora, do pecado,
Que me deixa tão chocado,
É prazer que desejais,


Um trabalho tão forçado
Por vos ter um dia olhado,
É castigo mau demais.


Vitor Cintra

Do livro " Divagando "

5 comentários:

Anónimo disse...

Que reflexos se espelham nesta queixa?
Lindo! Dorido! Profundo!
Bjs
M.João

Lâine Style disse...

Oi, estou retomando minhas visitinhas e lembrei-me de você, vim desejar um ótimo domingo e deixar meus bjins carinhosos!
Lâine Style

ana pontes disse...

Voltei e fiquei aqui me deliciando com palavras tão bonitas, sentí falta de sua poesia.
É muito bom tentar se ver se encontrar nas entrelinhas de suas palavras.
Um grande abraço meu amigo

manoel donini disse...

" Silêncio que transpira de amor que tudo afronta" Eh..Vitor Cintra tem alma de poeta mesmo...Parabens.

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»